São Carlos Imagem

exames-detalhes
Agendamento de exames e acesso ao resultado online para clientes e médicos.

Saiba tudo sobre testes laboratoriais para COVID-19

Perguntas e respostas

Os testes diagnósticos disponíveis no mercado são o PCR (Reação em Cadeia da Polimerase) para Sars-CoV-2 e o Teste Rápido IgG e IgM.

A PCR em tempo real é extremamente útil no estudo de vírus que causam doenças infecciosas. A Reação em Cadeia da Polimerase é uma técnica de biologia molecular utilizada para amplificar uma ou mais cópias de DNA/RNA específicas gerando milhares de cópias de uma sequência do material genético. A PCR em tempo real permite a quantificação precisa desses ácidos nucleicos com maior reprodutibilidade. Essa técnica fornece um método sensível para a quantificação precisa de espécies individuais, o que pode ser muito relevante para o diagnóstico de patógenos. As vantagens da PCR em tempo real incluem a facilidade de quantificação, maior sensibilidade, reprodutibilidade e precisão, análise rápida, melhor controle de qualidade no processo e menor risco de contaminação (MORILLO et al, 2003; NIESTER, 2004).

Em 18/03/2020, a ANVISA aprovou oito novos testes de diagnóstico para Covid-19. Todos os kits são do tipo ensaio imunocromatográfico, ou seja, utilizam antígenos ou anticorpos como moléculas de captura e detecção com alta sensibilidade e especificidade.
É um teste imunológico que utiliza uma membrana de nitrocelulose e antígenos ou anticorpos fixados nas linhas de teste. O princípio é a migração da amostra através da membrana por capilaridade e a revelação do imunocomplexo antígeno/anticorpo pelo corante.

Após a coleta de sangue o resultado sai no mesmo dia;
Permite o isolamento de casos reagentes e, assim, ajuda a controlar a disseminação do vírus;
Agiliza as ações de acompanhamento e tratamento de pacientes.

Fonte: Adaptada de Bula do kit Medteste.

A presença dos anticorpos não deve ser critério único para diagnóstico da Covid-19. Todos os resultados devem ser interpretados junto à outras informações clínicas disponíveis para o médico.
É possível que haja reação sorológica cruzada com outros coronavírus. Ou seja, pacientes infectados com esses outros vírus podem apresentar algum grau de reação cruzada com esse teste.
Um resultado NÃO REAGENTE indica ausência de anticorpos detectáveis para Sars-CoV-2. A concentração de anticorpos ainda é baixa no corpo da pessoa, principalmente quando está muito no início dos sintomas.
Se o resultado do teste for negativo e os sintomas clínicos persistirem, é recomendado a realização de testes adicionais utilizando outros métodos clínicos. Um resultado negativo não exclui em nenhum momento a possibilidade de infecção por COVID-19.

Fonte: Adaptada de Bula do kit Medteste.

O Teste Rápido IgG/IgM para Covid-19 identifica a presença de anticorpos no sangue total, soro ou plasma, também conhecidos como Imunoglobulinas (Ig) ou gamaglobulinas.
O teste detecta a presença das classes IgM e IgG através de imunoensaio qualitativo baseado em membrana. Quando ocorre uma nova infecção, os primeiros anticorpos produzidos são as IgM que vão diminuindo à medida que a infecção é controlada, dando lugar às IgG, que podem permanecer para o resto da vida.

Fonte: Adaptada de Bula do kit Medteste.

A IgM é a molécula que é formada rapidamente no corpo logo após o primeiro contato com uma infecção. É através dessa molécula, formada perfeitamente para aquela determinada infecção, que o corpo organiza o ataque inicial para combatê-la.
Essa molécula tem como característica ter uma vida curta, assim não dura muito tempo no corpo.
A IgG é uma molécula que demora mais tempo para ser formada, e ela é responsável pelo impedimento da re-infecção.
São especializadas no reconhecimento e combate de patógenos, dessa forma impedido uma nova infecção, caso o agente causador entre em contato com o corpo (ABBAS, LICHTMAN, PILLAI, 2015)

O momento ideal para a detecção de IgG e IgM para a Covid-19 depende da produção desses anticorpos após a infecção, que pode variar entre os indivíduos.
Abaixo, a relação entre a concentração de anticorpos e os estágios da infecção viral.

 

 

Em geral, anticorpos IgM podem ser detectados no sangue do paciente 3 a 5 dias após a infecção e anticorpos IgG podem ser detectados 8 dias após a infecção.
Fonte: Adaptada de Bula do kit Medteste.

Observação: Para melhor entendimento do resultado dos exames, é necessária uma avaliação clínica. Procure seu médico.
Fonte: Adaptada de Bula do kit Medteste.

Fale conosco

endereco-matriz

Endereço Matriz
Av. Pontes Vieira, 2551
Dionísio Torres
Fortaleza-CE

endereco-matriz

Endereço Anexo
R. Otoni Façanha de Sá, 69
Dionísio Torres
Fortaleza-CE

email

Email
contato@saocarlosimagem.com.br

Entre contato conosco preenchendo o formulário abaixo. Retornaremos em breve.